CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Cabo Bruno, que matou mais de 50, é assassinado

Florisval de Oliveira, que estava em liberdade havia apenas 34 dias, e fez parte do Esquadrão da Morte, foi morto na madrugada de ontem

Cabo Bruno, que matou mais de 50, é assassinado (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Depois de cumprir sua pena por fazer parte do Esquadrão da Morte e matar mais de 50 pessoas na década de 80, o ex-policial Florisvaldo de Oliveira, conhecido como Cabo Bruno, foi assassinado na madrugada de ontem.

Condenado a 120 anos de prisão, e em liberdade havia apenas 34 dias, em razão de um indulto por bom comportamento, ele participou de várias reportagens sobre sua conversão religiosa após um passado de sangue. Ontem, às 23h45, o passado bateu à sua porta, em Pindamonhangaba, quando ele voltava de um culto evangélico.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO