Cachoeira tinha até posto de gasolina que dava notas frias a parlamentares

Senadores e deputados, como Demstenes Torres (sem partido/GO), Sandro Mabel (PMDB/GO) e Jovair Arantes (PTB-GO), desviavam verba indenizatria simulando gastos num posto de Goinia

Cachoeira tinha até posto de gasolina que dava notas frias a parlamentares
Cachoeira tinha até posto de gasolina que dava notas frias a parlamentares (Foto: REPRODUÇÃO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Carlos Cachoeira era um homem capaz de grandes e pequenos furtos. Seu esquema oceânico podia desviar recursos milionários do PAC, por meio da empreiteira Delta, mas também de operar na raia miúda. A revelação mais surpreendente deste domingo diz respeito a um posto de gasolina de Cachoeira em Goiânia: o T-10. Esta empresa minúscula se transformou numa das principais fornecedoras da Câmara e do Senado Federal.

Como assim? O posto T-10, de Cachoeira, dava notas fiscais frias a parlamentares goianos para que eles justificassem o uso da verba indenizatória concedida pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal. A denúncia está em reportagem publicada no jornal O Globo e assinada pelos jornalistas Cassio Bruno, Thiago Herdy e Maiá Menezes.

Um dos campeões de gastos foi, adivinhem, o senador Demóstenes Torres (sem partido/GO). Seus “gastos” no T-10 somaram R$ 133 mil. Mas ele ficou atrás do deputado Jovair Arantes (PTB/GO), que apresentou notas de R$ 140,4 mil, enquanto Sandro Mabel (PMDB-GO) justificou “despesas” de R$ 103,8 mil.

Somando o que daria para comprar em gasolina com a fraude armada pelos três parlamentares goianos, em conluio com Cachoeira, seria possível percorrer 2,5 vezes o percurso do Oiapoque (AP) ao Chuí (RS).

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email