Cacique Raoni passa mal e é internado em hospital de Mato Grosso

O líder caiapó conhecido no mundo inteiro por sua defesa dos direitos dos povos indígenas sofreu hemorragia e vem sofrendo de depressão desde a morte da esposa. Raoni, 89, está internado em um hospital no estado do Mato Grosso

Raoni Metuktiree
Raoni Metuktiree (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O líder indígena Raoni passou mal e foi internado em um hospital do Mato Grosso. O quadro de saúde de Raoni piorou na última quinta-feira (16), quando passou a sofrer hemorragia, diarreia e indisposição.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, ele foi levado às pressas de sua aldeia, no Parque Nacional do Xingu, até o hospital Santa Inês, localizado na cidade de Colíder, a 648 km de Cuiabá (MT).

A matéria destaca que “o líder indígena não apresenta sintomas de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, segundo a equipe médica que o atende.”

“O sobrinho-neto de Raoni, Patxon Metuktire, disse à Folha que o líder dos caiapós passou a se alimentar mal após a morte da mulher dele, Bekwyjkà Metuktire, ocorrida em junho. “Eu estive lá e vi que o meu tio ficou muito triste. A morte dela tem muita relação com esse adoecimento dele”, afirmou.”

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247