Caiado pede a Bolsonaro que passe álcool gel antes de abraçá-lo

O presidente e o governador de Goiás estão em Águas Lindas, no Entorno, em visita técnica a um Hospital de Campanha para casos de Covid-19

(Foto: JÚNIOR GUIMARÃES/ ASSESSORIA CAIADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Metrópoles - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teve que conter o abraço no governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), durante visita técnica ao Hospital de Campanha de Águas Lindas, no Entorno do Distrito Federal (DF). Isso porque o democrata pediu que ele passasse álcool gel nas mãos antes do cumprimento, segundo informação do jornal O Popular.

Imagens cedidas pela assessoria de Caiado mostram os dois passando o produto, que foi levado pelo governador de Goiás, nas mãos. O episódio foi narrado ao Popular por fontes que estavam no local, fechado para a imprensa.

Em março, após pronunciamento em que o presidente questionou o isolamento para conter o avanço do novo coronavírus, Caiado, que é médico, rompeu oficialmente com Bolsonaro. Os dois têm posicionamentos antagônicos sobre como lidar com a doença e o governador não segue a cartilha presidencial em Goiás, que está sob quarentena.

Apesar disso, eles visitaram juntos o hospital que será usado exclusivamente para pacientes com a Covid-19, também com a presença dos ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247