Câmara aprova convite a Moro e Dallagnol para falar sobre denúncias de parcialidade

Comissão de Direitos Humanos da casa ouvirá o ex-juiz e o procurador sobre conversas indevidas entre as partes publicadas pelo site The Intercept Brasil

Rio de Janeiro - Procurador do Ministério Público Federal e coordenador da força tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, fala no Congresso da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Rio de Janeiro - Procurador do Ministério Público Federal e coordenador da força tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, fala no Congresso da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital (Fernando Frazão/Agência Brasil) (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM), presidida pelo deputado Helder Salomão (PT-ES), aprovou nesta quarta-feira (26) convite para que o Procurador da República Deltan Dallagnol participe de audiência pública.

A iniciativa propõe que Dallagnol dê informações sobre as suspeitas de parcialidade levantadas pela divulgação de diálogos entre ele o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ex-juiz da Lava Jato.

Moro, que também foi convidado, já confirmou que falará a comissão no dia 2 de julho.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247