Caos em Salvador pode adiar Carnaval da Bahia

Rumor surgiu nas redes sociais, mas muitos empresrios e o prprio governo da Bahia j se mostram preocupados com o grande evento, devido a greve da Polcia Militar, que entra no oitavo dia e j deixa quase 100 mortos

Caos em Salvador pode adiar Carnaval da Bahia
Caos em Salvador pode adiar Carnaval da Bahia (Foto: Divulgação)

Luciana Rebouças _Bahia 247 - Começou com um boato na rede social, mas a verdade é que muitos empresários e o próprio governo já se mostram preocupados com a realização do Carnaval em Salvador, por causa da greve da Polícia Militar (PM), que entra no seu oitavo dia. Para a festa momesca faltam também apenas oito dias.

O governador Jaques Wagner já afirmou em algumas entrevistas que a festa está garantida. Na primeira coletiva dada ainda no sábado (4), ele afirmou que o planejamento do Carnaval, com relação à organização das tropas, começaria no dia 14 de fevereiro. Até lá, ele acreditava que tudo já estaria resolvido.

Já o comandante geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Alfredo Castro, em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira (6), se limitou a dizer que a PM também vai pular o Carnaval. Como se todos estivessem muito animados.

Mas a verdade é que os empresários do setor carnavalesco estão preocupados. Fernando Bulhosa, presidente da Associação de Blocos e Trios e do Conselho Municipal do Carnaval, já deu seu ultimato para o governo: amanhã (9). Caso a greve continue, Bulhosa diz que é preciso pensar em um plano B. Mas ainda não quer falar em adiar o Carnaval. “Sou um otimista. Prefiro acreditar que tudo vai acabar bem”, disse.

Quem também não quer pensar em adiar a festa é a Prefeitura de Salvador. Claudio Tinoco, presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), afirma que seu prazo é o dia 16 de fevereiro, data oficial da abertura do Carnaval. Até lá, ele diz que a Prefeitura seguirá adiante com todos os preparativos para a festa. “Só iremos adiar se tivermos um comunicado oficial do governo solicitando isto”, afirmou.

A verdade é que o que começou com um boato, se mostrou procedente na tarde desta segunda-feira. O Carnaval não é malabarista, mas já está na corda bamba. Reservas começaram a serem canceladas e restaurantes e bares já estimam uma perda de faturamento de 25%. Se os próprios baianos estão com receio de sair às ruas, como chamar o turista e dizer que esta é a “terra de todos nós”?

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247