Carimbo de traidor cola em Moro e passa a ser usado tanto pelo PT como por Bolsonaro

Ex-juiz é considerado traidor do Brasil pela esquerda e de Jair Bolsonaro pela extrema direita

www.brasil247.com - Moro é vaiado durante lançamento de livro no Recife
Moro é vaiado durante lançamento de livro no Recife (Foto: Reprodução)


247 – O ex-juiz Sergio Moro, que foi declarado parcial e suspeito pela suprema corte e culpado pelo Dieese pela destruição de 4,4 milhões de empregos no Brasil, é considerado duplamente traidor. A esquerda o vê como um traidor do Brasil, o que é verdade, e a extrema direita como um traidor de Jair Bolsonaro – o que também é verdade. Este carimbo é o que mais pesa para a ampla rejeição ao político do Podemos, segundo a coluna Painel.

"Uma das estratégias convergentes entre petistas e bolsonaristas para a pré-campanha das eleições de 2022, que já começou, é fazer colar em Sergio Moro (Podemos) a pecha de traidor. Apoiadores do ex-presidente Lula e integrantes do atual governo dizem que pesquisas internas começam a mostrar que esse é um ponto que causa alta rejeição ao ex-juiz. Dos dois lados, há também a defesa de que o ex-ministro de Jair Bolsonaro seja na maior parte do tempo ignorado", aponta a coluna.

"Existe a percepção dele ser rejeitado não só por ser traidor, mas por ser o juiz corrupto, que tem lado. A suspeição, essa coisa de ele ser parcial, é inaceitável para o brasileiro", disse ao Painel o secretário de Comunicação do PT, Jilmar Tatto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email