Carlos Bolsonaro contratou parentes "fantasmas" para trabalhar em gabinete no Rio

Vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, empregou a madrasta, Ana Cristina Siqueira Valle, e outros sete de seus familiares Câmara Municipal do Rio de Janeiro, muitos sequer moram no Estado

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, empregou a madrasta, Ana Cristina Siqueira Valle, e outros sete de seus familiares Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Segundo reportagem da revista Época, muitos sequer moram no Rio ou mesmo adentraram no prédio em que funciona o Legislativo municipal

“Não trabalhei em nenhum gabinete, não. Minha família lá que trabalhou, mas eu não”, disse Marta Valle, cunhada de Ana Cristina. Segundo a reportagem, porém, ela teria passado sete anos e quatro meses lotada no gabinete de Carlos Bolsonaro. 

Outros parentes de Ana Cristina também teriam nomeados para cargos nos gabinetes de Jair Bolsonaro, quando este ocupava uma cadeira na Câmara dos Deputados, e do senador Flávio Bolsonaro, quando este exercia mandato de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). 

O Ministério Público investiga se as contratações devolviam integral ou parcialmente parte de seus salários aos parlamentares, prática chamada de “rachadinha”. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247