Carvalho: 'eleições sem lula, vai ter guerra'

Para Gilberto Carvalho,ex-ministro e assessor da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), a tentativa de criminalizar e impedir o ex-presidente Lula de disputar as eleições presidenciais de 2018 poderá resultar em uma espécie de "guerra"; "Uma guerra que não será feita por nós. Será feita por estes tantos que demonstraram agora, na caravana, o amor e a esperança que eles têm no Lula e por esta gente que estava aqui hoje e os tantos milhões de brasileiros que nós vamos abraçar em outras caravanas futuras", disse Carvalho em entrevista ao blog do jornalista Marcelo Auler; "De modo que está bem claro para onde o povo quer caminhar e o que o Lula significa para esta gente e para todos nós", completou

Para Gilberto Carvalho,ex-ministro e assessor da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), a tentativa de criminalizar e impedir o ex-presidente Lula de disputar as eleições presidenciais de 2018 poderá resultar em uma espécie de "guerra"; "Uma guerra que não será feita por nós. Será feita por estes tantos que demonstraram agora, na caravana, o amor e a esperança que eles têm no Lula e por esta gente que estava aqui hoje e os tantos milhões de brasileiros que nós vamos abraçar em outras caravanas futuras", disse Carvalho em entrevista ao blog do jornalista Marcelo Auler; "De modo que está bem claro para onde o povo quer caminhar e o que o Lula significa para esta gente e para todos nós", completou
Para Gilberto Carvalho,ex-ministro e assessor da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), a tentativa de criminalizar e impedir o ex-presidente Lula de disputar as eleições presidenciais de 2018 poderá resultar em uma espécie de "guerra"; "Uma guerra que não será feita por nós. Será feita por estes tantos que demonstraram agora, na caravana, o amor e a esperança que eles têm no Lula e por esta gente que estava aqui hoje e os tantos milhões de brasileiros que nós vamos abraçar em outras caravanas futuras", disse Carvalho em entrevista ao blog do jornalista Marcelo Auler; "De modo que está bem claro para onde o povo quer caminhar e o que o Lula significa para esta gente e para todos nós", completou (Foto: Paulo Emílio)

247 - Para Gilberto Carvalho,ex-ministro e assessor da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), alerta que a tentativa de criminalizar e impedir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de disputar as eleições presidenciais de 2018 poderá resultar em uma guerra. Não vamos brincar com esta história de ter eleição no ano que vem sem o Lula. Não vai ser assim. Não pensem eles que vão tirar o Lula fora do jogo, artificialmente (...) Sem isto, vai ter guerra. Uma guerra que não será feita por nós. Será feita por estes tantos que demonstraram agora, na caravana, o amor e a esperança que eles têm no Lula e por esta gente que estava aqui hoje e os tantos milhões de brasileiros que nós vamos abraçar em outras caravanas futuras", disse Carvalho em entrevista ao blog do jornalista Marcelo Auler.

Ainda segundo Carvalho, "Se eles apresentarem uma prova contra o Lula nós seremos os primeiros a dizer, "Lulinha, deu. Vamos embora".Mas enquanto isso não ocorrer, e não vai ocorrer porque o Lula não tem, eles vão ter que se subordinar à Justiça, ao devido processo legal e permitir que o Lula seja candidato", destacou.

Em sua avaliação, o impedimento de Lula poderá resultar em uma espécie de guerra derivada da motivação popular em apoio a Lula. Uma guerra que não será feita por nós. Será feita por estes tantos que demonstraram agora, na caravana, o amor e a esperança que eles têm no Lula e por esta gente que estava aqui hoje e os tantos milhões de brasileiros que nós vamos abraçar em outras caravanas futuras", afirmou. "De modo que está bem claro para onde o povo quer caminhar e o que o Lula significa para esta gente e para todos nós", completou.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247