CGU aponta problema em contratos de ex-assessor do PMDB

Sede da empresa de Aluizio Dutra de Almeida, que assinou convênios que somam pelo menos R$ 6 milhões com 20 prefeituras do Rio Grande do Norte, é um casebre protegido por um bode em bairro de classe média baixa de Natal

CGU aponta problema em contratos de ex-assessor do PMDB
CGU aponta problema em contratos de ex-assessor do PMDB
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Quem passa em frente a uma casa simples com um bode no terreno baldio que a cerca, num bairro de classe média baixa em Natal, não imagina que se trata da sede da empresa Bonacci Engenharia. Com Aluizio Dutra de Almeida como sócio, que trabalhava desde 1998 com o deputado Henrique Alves, ela assinou contratos que somam pelo menos R$ 6 milhões com 20 prefeituras do Rio Grande do Norte. O peemedebista é favorito para se eleger presidente da Câmara no mês que vem.

A CGU (Controladoria-Geral da União) questiona agora esses contratos e aponta que a empresa do ex-assessor do deputado se beneficiou de licitações dirigidas para obras superfaturadas em três cidades do Rio Grande do Norte.

Aluizio Dutra de Almeida pediu demissão anteontem. Henrique Alves foi acusado de repassar emendas parlamentares à empresa do então assessor.

O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas, há anos comandado por indicados pelo peemedebista, pagou R$ 1,2 milhão à empresa do assessor.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email