CGU cobra R$ 3 bi da Eletrobrás

O governo extinguiu a CGU (Controladoria-Geral da União), foi criticado e reabriu o órgão, trocando o seu nome para Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União; este novo órgão – a sigla permanece – quer cobrar da Eletrobras R$ 3 bilhões por encargos supostamente cobrados de maneira indevida pela estatal na região Norte do país, o CCC (Conta de Consumo de Combustíveis)

CGU cobra R$ 3 bi da Eletrobrás
CGU cobra R$ 3 bi da Eletrobrás

247 – O governo extinguiu a CGU (Controladoria-Geral da União), foi criticado e reabriu o órgão, trocando o seu nome para Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União. Este novo órgão – a sigla permanece – quer cobrar da Eletrobrás R$ 3 bilhões por encargos supostamente cobrados de maneira indevida pela estatal na região Norte do país, o CCC (Conta de Consumo de Combustíveis).

“O levantamento começou após uma fiscalização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que apontou no ano passado que a estatal Eletrobras teria de devolver cerca de R$ 3 bilhões à CCC devido a repasses superiores ao devido a subsidiárias da companhia entre 2009 e 2016.

Distribuidoras da Eletrobras, como a Amazonas Energia, recebem recursos do fundo para suportar os elevados custos de geração térmica em regiões ainda não conectadas ao sistema elétrico, os chamados "sistemas isolados". A Eletrobras questiona a cobrança da Aneel e defende que teria recursos extras a receber do fundo, ao invés de dívidas.”

Leia mais aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247