Chefão da Fórmula1: "todo mundo sabe que F1 não vai para o RJ"

Reforçando que Bolsonaro é apenas uma Rainha da Inglaterra que não governa de fato, o ex-chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, não acredita que o GP do Brasil possa ser disputado no Rio de Janeiro a partir de 2021

Petrobras retorna à F1 ao firmar parceria com McLaren
Petrobras retorna à F1 ao firmar parceria com McLaren (Foto: TIM CHONG)

247 - O ex-chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, não acredita que o GP do Brasil possa ser disputado no Rio de Janeiro a partir de 2021.

Em entrevista ao Portal UOL, o britânico disse acreditar que o projeto de construção de um autódromo na região de Deodoro, na capital carioca, é apenas uma manobra política. Na semana passada, durante passagem do CEO da Fórmula 1 pelo Brasil para negociar com autoridades e promotores ligados ao projeto do Rio de Janeiro e também de São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro disse que há "99% de chance, ou mais, da corrida ir para o Rio" depois do final do atual contrato com Interlagos, que garante a realização das etapas deste ano e de 2020. 

 "Todo mundo sabe que não vai ter GP no Rio, é algo apenas político", cravou Ecclestone ao UOL Esporte. "O grande problema é que os americanos não entendem a situação. Para negociar com o Brasil, é preciso conhecer o Brasil."

Ao vivo na TV 247 Youtube 247