Cientistas alertam que "se nada for feito, pronunciamentos do Ministério da Saúde só informarão o número de mortos”

"Se nada for feito nos próximos dias, os pronunciamentos do Ministério da Saúde se resumirão a informar o número de mortos”, destaca a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em uma carta enviada ao ministro da Saúde, Nelson Teich

Nelson Teich
Nelson Teich (Foto: José Dias/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em uma carta enviada ao ministro da Saúde, Nelson Teich, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) cobrou um plano de ação do governo Jair Bolsonaro para o enfrentamento da pandemia provocada pelo novo coronavírus. "Se nada for feito nos próximos dias, os pronunciamentos do Ministério da Saúde se resumirão a informar o número de mortos”, destaca o texto assinado pelo presidente da SBPC, Ildeu Castro Moreira.

O documento ressalta, ainda, que as principais ações para conter o aumento do número de vítimas e evitar o colapso do sistema de saúde são o isolamento dos casos confirmados e o distanciamento social. 

"Portanto, é fundamental que a população se sinta amparada e possa ouvir uma voz uníssona que reforce essas diretrizes, assumindo uma conduta única, em consonância com o que os cientistas de todo mundo pregam. Ainda não atingimos o pico da epidemia e o número de vítimas fatais continua em ascensão vertiginosa", observa a SBPC na carta. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247