Ciro diz que ainda não tem opinião sobre privatização da água no Brasil

“Estou estudando o assunto”, disse ele, depois que seu partido, o PDT, liberou a bancada, e seu irmão Cid Gomes (PDT-CE) votou a favor do relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE)

Ciro Gomes
Ciro Gomes (Foto: ADRIANO MACHADO/REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidenciável Ciro Gomes, do PDT, ainda não tem posição formada sobre o novo marco regulatório do saneamento, aprovado ontem no Senado, que abre espaço para a privatização da água e do esgoto no País, e que contou com o apoio do seu irmão Cid Gomes (PDT-CE). “Sobre o marco legal do saneamento votado ontem no senado: algumas pessoas não leram e não gostaram. Outras estão simplesmente mentindo sobre o assunto. Como de costume, estou estudando o assunto e ouvindo especialistas para, assim que estiver segurou dar minha opinião”, disse ele no Twitter.

Ciro ficou numa posição delicada porque se coloca como candidato do campo progressista, com um discurso em defesa das estatais e da nacionalização dos recursos naturais. O marco regulatório do saneamento, no entanto, coloca em marcha uma agenda de privatização das águas, iniciativa que já foi testada em vários países com péssimos resultados. A tal ponto que mais de 265 cidades no mundo estão voltando atrás na privatização. Inscreva-se na TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247