Cobrado pelo TCU a devolver diárias, ex-procurador da Lava Jato acusa tribunal de fazer política

Para Carlos Fernando dos Santos Lima, ex-integrante da Lava Jato em Curitiba, a determinação do ministro do TCU para que devolvam o dinheiro de diárias e viagens recebidos por eles faz parte de um jogo político antilavajatista

www.brasil247.com - VazaJato: 'Dá para arranjar uma entrevista na Globo?', perguntou Santos Lima
VazaJato: 'Dá para arranjar uma entrevista na Globo?', perguntou Santos Lima (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)


247 - Carlos Fernando dos Santos Lima, ex-integrante da Lava Jato em Curitiba (PR) e considerado como um dos mentores do grupo, criticou a determinação do ministro Bruno Dantas, do TCU (Tribunal de Contas da União), de que procuradores da força-tarefa devolvam milhões de reais em diárias pagas durante a operação.

Ele diz que desconhece o teor da decisão e ainda não foi intimado, mas acredita que ela cairá no plenário do TCU ou na Justiça. “Chamam procuradores para trabalhar de fora da sua lotação em outro Estado e não querem pagar? Não entendo. Eu me pergunto quantas diárias o ministro Bruno Dantas não ganha”, questionou o ex-procurador em entrevista ao Poder360.

Para Santos Lima, a determinação do ministro do TCU faz parte de um jogo político antilavajatista. “No caso Banestado também ganhei diárias, entrei na Justiça porque pagaram menos e ganhei no STJ [Superior Tribunal de Justiça]. Então, já é reconhecido o direito aos procuradores de ganhar diária”, acrescentou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo dados do MP-TCU, Santos Lima recebeu R$ 361 mil em diárias e gastou R$ 88 mil em passagens de 2014 a 2018, enquanto trabalhou na operação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email