Cobrado pelo TCU a devolver diárias, ex-procurador da Lava Jato acusa tribunal de fazer política

Para Carlos Fernando dos Santos Lima, ex-integrante da Lava Jato em Curitiba, a determinação do ministro do TCU para que devolvam o dinheiro de diárias e viagens recebidos por eles faz parte de um jogo político antilavajatista

www.brasil247.com - VazaJato: 'Dá para arranjar uma entrevista na Globo?', perguntou Santos Lima
VazaJato: 'Dá para arranjar uma entrevista na Globo?', perguntou Santos Lima (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Carlos Fernando dos Santos Lima, ex-integrante da Lava Jato em Curitiba (PR) e considerado como um dos mentores do grupo, criticou a determinação do ministro Bruno Dantas, do TCU (Tribunal de Contas da União), de que procuradores da força-tarefa devolvam milhões de reais em diárias pagas durante a operação.

Ele diz que desconhece o teor da decisão e ainda não foi intimado, mas acredita que ela cairá no plenário do TCU ou na Justiça. “Chamam procuradores para trabalhar de fora da sua lotação em outro Estado e não querem pagar? Não entendo. Eu me pergunto quantas diárias o ministro Bruno Dantas não ganha”, questionou o ex-procurador em entrevista ao Poder360.

Para Santos Lima, a determinação do ministro do TCU faz parte de um jogo político antilavajatista. “No caso Banestado também ganhei diárias, entrei na Justiça porque pagaram menos e ganhei no STJ [Superior Tribunal de Justiça]. Então, já é reconhecido o direito aos procuradores de ganhar diária”, acrescentou. 

PUBLICIDADE

Segundo dados do MP-TCU, Santos Lima recebeu R$ 361 mil em diárias e gastou R$ 88 mil em passagens de 2014 a 2018, enquanto trabalhou na operação.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email