Com medo da derrota, Bolsonaro não vai subir em palanques nas eleições municipais deste ano

Com dificuldades para oficializar a criação do seu partido, o Aliança pelo Brasil, Bolsonaro está com medo de sofrer derrotas políticas nas urnas e na relação com o Congresso. Diante disso, emite sinais de que não subirá em palanques de candidatos a prefeitos nas eleições de 2020

Cartaz de partido Aliança pelo Brasil
Cartaz de partido Aliança pelo Brasil (Foto: Marconi Moura de Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O quadro político está cada vez mais complicado para o titular do Palácio do Planalto. A criação do seu partido, o Aliança pelo Brasil, não deslancha. É cada vez menor o prazo para que a nova legenda ganhe status oficial. Diante dessa situação, Bolsonaro tem dado sinais de que adotará a estratégia de se esconder durante a campanha eleitoral deste ano.  

Bolsonaro teme que derrotas políticas em 2020 afetem negativamente sua reeleição em 2022. Por isso, anuncia que vai acatar a orientação de assessores e aliados mais próximos de não subir em palanques de candidatos a prefeitos.

É o que informam os jornalistas Daniel Carvalho, Gustavo Uribe e Thais Arbex em reportagem publicada nesta segudna-feira na Folha de S.Paulo

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247