Como era previsível, reservatórios começam a encher

Relatório divulgado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) aponta que as represas localizadas nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, onde se gera 70% da energia hidrelétrica do país, estavam com as reservas em 28,67% nesta quinta-feira, depois de chegar a 28,3%

Como era previsível, reservatórios começam a encher
Como era previsível, reservatórios começam a encher (Foto: Márcia Ribeiro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O relatório divulgado nesta sexta-feira pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) aponta que os reservatórios das regiões Sudeste e Centro-Oeste registraram ontem aumento no nível de armazenamento de água, como era de se esperar com a chegada do período de chuvas. Esse é o primeiro aumento de nível no ano.

Os dados apontam que as represas localizadas nas duas regiões -- que respondem por 70% da geração hidrelétrica do país -- estavam com as reservas em 28,67% na quinta-feira. Em 1º de janeiro, os lagos registravam 28,9% da capacidade. De lá para cá, o nível de represamento de água no sistema Sudeste/Centro-Oeste havia caído até 28,3%.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, negou na última quarta-feira qualquer risco de racionamento de energia, apesar de grande parte do noticiário alimentar os rumores de risco. Segundo Lobão, o Brasil tem "estoque firme" de energia e o abastecimento durante 2013 está garantido.

Apesar do aumento do nível dos reservatórios onde o país gera mais energia, os reservatórios do sistema Nordeste seguem baixando. Entre os dias 31 de dezembro e 10 de janeiro, o nível de armazenamento de água na região caiu de 32,2% para 29,61%.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email