"Constituição não permite que Bolsonaro adote políticas genocidas", diz Gilmar Mendes

"O presidente da República dispõe do poder de exonerar seus ministros. Agora, a Constituição não permite que o presidente adote políticas genocidas", afirmou o ministro Gilmar Mendes, sobre a postura de Jair Bolsonaro

Bolsonaro exonera ex-mulher de Gilmar Mendes do conselho da Itaipu
Bolsonaro exonera ex-mulher de Gilmar Mendes do conselho da Itaipu
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que o governo não pode ter "políticas genocidas" e criticou a postura de Jair Bolsonaro em relação ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

"Eu não previa que isso [demissão de Mandetta] fosse acontecer e certamente não é desejável. O presidente da República dispõe do poder de exonerar seus ministros. Agora, a Constituição não permite que o presidente adote políticas genocidas. Políticas que afetem de maneira crucial, global, a vida da população. Me parece que é preciso pensar muito nesse contexto", frisou o ministro em entrevista ao UOL..

Para Gilmar Mendes, é preciso união diante do combate à covid-19. "É desejável de fato que haja uma articulação, um afinamento dessa orquestra, que de fato os ministérios da Saúde, Economia, Casa Civil trabalhem juntos nesse momento", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email