Consulado dos EUA nega visto aos filhos de Glenn Greenwald

O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil ainda não foi atendido no pedido de autorização emergencial que fez ao Consulado dos Estados Unidos para que seus filhos visitem a avó que está com câncer terminal

(Foto: Foto: RICARDO MORAES)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil ainda não foi atendido no pedido de autorização emergencial que fez ao Consulado dos Estados Unidos para que seus filhos visitem a avó que está com câncer terminal; a informação é da jornalista Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo. 

Glenn Greenwald apresentou ao consulado dos EUA no Rio um relatório médico que mostra que sua mãe sofre de um câncer terminal.    

A jornalista relata que os documentos foram levados à representação americana na manhã de segunda (22) pelo deputado David Miranda (PSOL-RJ), marido de Glenn, mas na hora combinada para receber o visto, o deputado teve uma surpresa: foi informado de que seriam necessárias informações adicionais para a aprovação do visto. E que não havia mais data para que eles fossem entregues. 

“Provavelmente houve uma ordem de cima para que isso ocorresse. É uma crueldade com as crianças e com a mãe do Glenn”, diz o parlamentar.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247