Contra agressão a Dilma, Gleisi lança movimento pela dignidade feminina

A senadora Gleisi Hoffmann (PT) reagiu "indignada" aos adesivos que ridicularizam à presidente Dilma Rousseff e que estariam sendo vendidos pela internet; a parlamenta lançou uma espécie de movimento pela dignidade feminina; "Indignada com a violência de gênero cometida contra a presidenta Dilma Rousseff com a criação de adesivos misóginos, que ridicularizam a condição feminina e pregam a cultura da agressão sexual. Isto não é forma de protestar nem argumento político", publicou

A senadora Gleisi Hoffmann (PT) reagiu "indignada" aos adesivos que ridicularizam à presidente Dilma Rousseff e que estariam sendo vendidos pela internet; a parlamenta lançou uma espécie de movimento pela dignidade feminina; "Indignada com a violência de gênero cometida contra a presidenta Dilma Rousseff com a criação de adesivos misóginos, que ridicularizam a condição feminina e pregam a cultura da agressão sexual. Isto não é forma de protestar nem argumento político", publicou
A senadora Gleisi Hoffmann (PT) reagiu "indignada" aos adesivos que ridicularizam à presidente Dilma Rousseff e que estariam sendo vendidos pela internet; a parlamenta lançou uma espécie de movimento pela dignidade feminina; "Indignada com a violência de gênero cometida contra a presidenta Dilma Rousseff com a criação de adesivos misóginos, que ridicularizam a condição feminina e pregam a cultura da agressão sexual. Isto não é forma de protestar nem argumento político", publicou (Foto: Valter Lima)

247 - A senadora Gleisi Hoffmann (PT) reagiu "indignada" aos adesivos que ridicularizam à presidente Dilma Rousseff e que estariam sendo vendidos pela internet. Em postagem no Facebook, a parlamenta lançou uma espécie de movimento pela dignidade feminina.

"Indignada com a violência de gênero cometida contra a presidenta Dilma Rousseff com a criação de adesivos misóginos, que ridicularizam a condição feminina e pregam a cultura da agressão sexual. Isto não é forma de protestar nem argumento político. Devemos respeitar uns aos outros sempre, principalmente quando se trata da presidenta e de uma mulher. Não se cale diante dessa violência. Mostre sua indignação. ‪#‎ÉPelaDignidadeFeminina", disse a senadora.‬

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247