CPI da Petrobras confirma 247: vem aí a Kroll

Embora o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), não fale abertamente sobre a contratação da Kroll Advisory Solutions, uma das maiores empresas privadas de investigações do mundo, para ajudar nos trabalhos do colegiado, o 247 teve acesso ao requerimento do próprio Motta requerendo a efetivação do ato; a contratação da empresa tem o apoio do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); “Se a CPI deliberar qualquer tipo de contratação de empresa de investigação, a mim só cabe apoiar a CPI”, disse Cunha; 247 já havia revelado nesta quarta que a contratação da Kroll é uma vingança de Cunha; a empresa atuou na CPI que resultou na queda do ex-presidente Fernando Collor, em 1992  

Embora o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), não fale abertamente sobre a contratação da Kroll Advisory Solutions, uma das maiores empresas privadas de investigações do mundo, para ajudar nos trabalhos do colegiado, o 247 teve acesso ao requerimento do próprio Motta requerendo a efetivação do ato; a contratação da empresa tem o apoio do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); “Se a CPI deliberar qualquer tipo de contratação de empresa de investigação, a mim só cabe apoiar a CPI”, disse Cunha; 247 já havia revelado nesta quarta que a contratação da Kroll é uma vingança de Cunha; a empresa atuou na CPI que resultou na queda do ex-presidente Fernando Collor, em 1992
 
Embora o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), não fale abertamente sobre a contratação da Kroll Advisory Solutions, uma das maiores empresas privadas de investigações do mundo, para ajudar nos trabalhos do colegiado, o 247 teve acesso ao requerimento do próprio Motta requerendo a efetivação do ato; a contratação da empresa tem o apoio do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); “Se a CPI deliberar qualquer tipo de contratação de empresa de investigação, a mim só cabe apoiar a CPI”, disse Cunha; 247 já havia revelado nesta quarta que a contratação da Kroll é uma vingança de Cunha; a empresa atuou na CPI que resultou na queda do ex-presidente Fernando Collor, em 1992   (Foto: Valter Lima)

247 - Embora o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), não confirme ainda se pedirá a contratação da Kroll Advisory Solutions, uma das maiores empresas privadas de investigações do mundo, para ajudar nos trabalhos do colegiado, o 247 teve acesso ao requerimento do próprio Motta requerendo a efetivação do ato. A informação já havia sido antecipada pela manhã no 247 (aqui).

Na justificativa do pedido, Motta afirma que "a empresa Kroll, sediada em Nova York, é reconhecida no mundo inteiro pela excelência e imparcialidade de seus relatórios, além de ser empresa de notória especialização na área de consultoria, segurança e serviços de inteligência, sendo que a sua contratação para a execução dos serviços atende aos requisitos estabelecidos na Lei 8666/93, em especial o art. 25, inciso II".

A contratação dessa empresa contará com o apoio do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB). “Se a CPI deliberar qualquer tipo de contratação de empresa de investigação, a mim só cabe apoiar a CPI”, disse Cunha.

O deputado Hugo Motta só deverá confirmar o pedido na reunião da CPI, marcada para esta quinta-feira (5), a partir das 9 horas.

Abaixo o requerimento:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247