Criada por Lula e ameaçada por Bolsonaro, Raposa Serra do Sol simboliza luta indígena

Uma postagem no Twitter do Instituto Lula lembra que o ex-presidente Lula (PT) foi o responsável por homologar a Terra Indígena em abril de 2005, depois de 30 anos de espera; a criação é um dos principais marcos do governo petista em sua trajetória indigenista

www.brasil247.com - Criada por Lula e ameaçada por Bolsonaro, Raposa Serra do Sol simboliza luta indígena
Criada por Lula e ameaçada por Bolsonaro, Raposa Serra do Sol simboliza luta indígena (Foto: ANTONIO CRUZ-ABR )


247 - Sob ameaça do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), a Terra Indígena Raposa Serra do Sol completou 13 anos de criação neste ano, e é um dos símbolos da resistência e da luta indígena no país. Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (17) que pode rever a criação da reserva em Roraima e ainda que o território pode ser explorado de "forma racional".

Uma postagem no Twitter do Instituto Lula lembra que o ex-presidente Lula (PT) foi o responsável por homologar a Terra Indígena em abril de 2005, depois de 30 anos de espera. A criação é um dos principais marcos do governo Lula em sua trajetória indigenista.

"A demarcação da terra, que era uma reivindicação histórica dos indígenas da região, das etnias Macuxi, Wapixana, Ingarikó, Taurepang e Patamona, foi realizada em 1998 e homologada de forma contínua por Lula em 2005, marcando a retirada de não índios da região", lembra o a postagem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email