CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Crimes beneficiados pela nova lei vão de homicídio culposo a seqüestro

Quem praticar delitos e for para a delegacia poder sair pela porta da frente no ato, diz advogado

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 _ Crimes como homicídio culposo (sem intenção), sequestro e cárcere privado, furto, dano qualificado, apropriação indébita, receptação, falsidade ideológica em documento particular, maus-tratos, abandono de incapaz, violência doméstica e aborto praticado por gestantes estão entre os que passam a ter punição diretamente afetada pela lei 12.403/11. Com a nova lei, a autoridade policial que se deparar com praticantes desses crimes poderá arbitrar fiança para liberar de pronto os acusados, em lugar de efetuar a prisão. Essa fiança será de um a duzentos salários mínimos, dependendo da pena. A prisão preventiva só poderá ser aplicada aos crimes de maior potencial ofensivo, tendo como pressuposto que sejam dolosos e punidos com pena de privação da liberdade superior a quatro anos.

“Dessa maneira, o cidadão que praticar um desses delitos poderá depositar o valor da fiança e sair pela porta da frente da delegacia”, afirma o advogado Pedro Lessi, da banca Lessi e Lessi Advogados Associados, “É um absurdo. Mesmo cometendo crimes graves, autuados em flagrante delito pela polícia, vemos nos últimos tempos que estes criminosos perigosos saem em liberdade provisória, para o perigo da sociedade”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO