Da cama do hospital, Bolsonaro volta a dizer que agravamento em quadro de saúde é resultado da suposta facada

"Estou bem, graças a Deus. O problema que eu tive, no início dessa semana, foi em função ainda da facada que eu recebi em 2018", afirmou Bolsonaro em transmissão ao vivo pelo Facebook

O presidente Jair Bolsonaro fez transmissão ao vivo no Facebook diretamente do hospital
O presidente Jair Bolsonaro fez transmissão ao vivo no Facebook diretamente do hospital
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Jair Bolsonaro voltou a dizer neste sábado (17) que o agravamento do seu quadro de saúde, que o levou à internação em São Paulo, é resultado da suposta facada que teria recebido em setembro de 2018, durante aquela campanha presidencial. 

Em transmissão ao vivo pelo Facebook, direto de sua cama no Hospital Vila Nova Star, Bolsonaro disse estar bem e atribuiu seu quadro de obstrução intestinal ao evento. 

"Estou bem, graças a Deus. O problema que eu tive, no início dessa semana, foi em função ainda da facada que eu recebi em 2018", afirmou o presidente, durante participação virtual em um evento de inauguração de uma agência da Caixa Econômica Federal em Missão Velha (CE).

PUBLICIDADE

"Estou louco para voltar a trabalhar, rever os amigos, voltar para o seio da família e, realmente, botar o Brasil para trabalhar", prosseguiu.

Em sequência de tuítes postados antes de sua transferência para São Paulo, Bolsonaro disse que estava no hospital pela "tentativa de assassinato promovida por antigo filiado ao PSOL, braço esquerdo do PT". 

PUBLICIDADE

A presidente-nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), rebateu Bolsonaro e anunciou uma interpelação judicial. "É um jeito muito safado de querer imputar o crime ao PT. Ele diz que não está acusando, mas relata uma acusação sem nenhum lastro com a realidade", afirmou Hoffmann.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email