Dallagnol diz que agiu contra Toffoli em conluio com Janot, que silencia

O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Operação Lava Jato em Curitiba, mandou dizer à Procuradoria Geral da República que agiu em conluio com o ex-procurador-geral, Rodrigo Janot, no cerco ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli

(Foto: Eugênio Aragão)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Operação Lava Jato em Curitiba, mandou dizer à Procuradoria Geral da República que agiu em conluio com o ex-procurador-geral, Rodrigo Janot, no cerco ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. 

Na semana passada, mensagens divulgadas pelo site The Intercept Brasil relevaram que Dallagnol incentivou a realização de investigações contra Toffoli.   

O ex-procurador-geral ainda não se pronunciou sobre o assunto. De acordo com a coluna Painel da Folha de S.Paulo ministros da Suprema Corte estão reclamando do "silêncio sepulcral” de Janot.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247