Dallagnol não pretende entregar celular à perícia da Polícia Federal

Coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, ainda não entregou o seu telefone celular à PF para ser periciado, após três semanas desde que a troca de mensagens entre procuradores ligados à operação e o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, foi revelada; Dallagnol tem dito a amigos que não entregará o seu celular para ser periciad.

Deltan Dallagnol
Deltan Dallagnol (Foto: Pedro de Oliveira/ ALEP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O procurador e coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, ainda não entregou o seu telefone celular à Polícia Federal para ser periciado, mesmo após três semanas desde que a troca de mensagens entre procuradores ligados à operação e o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, foi revelada pelo site The Intercept. 

As mensagens apontam para o direcionamento e manipulação dos processos, especialmente os que diziam respeito ao ex-presidente Luiz Inacío Lula da Silva e o PT. Segundo reportagem da revista Época, Dallagnol tem dito a amigos que não entregará o seu celular para ser periciado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247