Dallagnol poderá ser derrotado por Aras em julgamento no Ministério Pùblico

Em posição de equilíbrio entre elogios e críticas à Operação Lava Jato, o novo chefe do Ministério Público terá que se definir em julgamento em que Dallagnol poderá ser condenado

Deltan Dallagnol e Augusto Aras
Deltan Dallagnol e Augusto Aras (Foto: ABr | Roberto Jayme/ Ascom /TSE)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No dia 8 de outubro, o novo procurador-geral da República, Augusto Aras, participará do julgamento de Deltan Dallagnol no CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público). Será o primeiro teste do novo chefe do Ministério Público Federal em relação à Lava Jato.

A jornalista Mônica Bergamo indica em sua coluna na Folha de S.Paulo que é o primeiro caso em que Dallagnol corre o risco de sofrer uma derrota: o placar do caso - um pedido de Renan Calheiros (MDB-AL) para que Dallagnol responda a processo disciplinar por fazer campanha contra ele na internet - já está em 7 a 2, de um total de 14 votos.  

Aras tinha conseguido até agora se equilibrar numa posição centrista, fazendo ressalvas e elogios à Lava Jato. "No julgamento, terá que tomar um lado claro no tema", registra a colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email