Damares cobra pedido de desculpas após Porchat dizer que não quer ter filhos

Humorista Fábio Porchat disse que tem medo de criança atrapalhar relação com a esposa. "O maior medo é perder o que construímos. Somos muito companheiros", falou. Para a ministra, frase é "grave"

www.brasil247.com -


Revista Fórum - A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, foi às redes sociais neste domingo (11) para criticar o humorista Fábio Porchat após ele dizer que não pretende ter filhos com a esposa, Nataly Mega. A ministra se ofendeu com a frase, dizendo que comentário é “grave” e cobrou um pedido de desculpas.

A declaração do humorista foi feita em entrevista ao jornal O Globo, na última semana. “É um inferno ter filho. O maior medo é perder o que construímos. Somos muito companheiros. Tenho medo de um filho atrapalhar. Esse casamento me dá paz, a gente compra as maluquices um do outro. E filho atrapalha”, disse.

Damares, no entanto, associou a fala do apresentador a um ataque direto às crianças e que, segundo ela, pode contribuir com mais violência. “Gostaria muito que ele refletisse sobre a gravidade de sua frase. Em um país que temos tantos assassinatos de crianças e adolescentes, em um país que crianças são vítimas das mais terríveis formas de violência, na grande maioria praticada por pais e familiares, um ator tão popular declarar que ‘filho é um inferno e que atrapalha’ pode contribuir para mais ódio contra as crianças e incitar os pais covardes e doentes a acreditarem que de fato filho é uma maldição e um peso”, escreve.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia mais na Fórum.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email