Damous: Delação premiada é chantagem e tortura

Presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB e da Comissão da Verdade do Rio, Wadih Damous critica a condução da operação Lava Jato: “O espeáculo do Dr Moro não garante o direito de defesa, o contraditorio e a presunçao de inocência”; “Em meu nome ele não fala. A defesa da Petrobras é uma defesa da do Estado de Direito, que está sob ameaça”

Presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB e da Comissão da Verdade do Rio, Wadih Damous critica a condução da operação Lava Jato: “O espeáculo do Dr Moro não garante o direito de defesa, o contraditorio e a presunçao de inocência”; “Em meu nome ele não fala. A defesa da Petrobras é uma defesa da do Estado de Direito, que está sob ameaça”
Presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB e da Comissão da Verdade do Rio, Wadih Damous critica a condução da operação Lava Jato: “O espeáculo do Dr Moro não garante o direito de defesa, o contraditorio e a presunçao de inocência”; “Em meu nome ele não fala. A defesa da Petrobras é uma defesa da do Estado de Direito, que está sob ameaça” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB e da Comissão da Verdade do Rio, Wadih Damous, questionou a condução da operação Lava Jato pelo juiz federal Sérgio Moro: “O espeáculo do Dr Moro não garante o direito de defesa, o contraditorio e a presunçao de inocência”.

Segundo o blog Conversa Afiada, ele afirma que a delação premiada é chantagem: “Delação premiada não é pau de arara, mas é tortura !”.

Damous diz ainda que “Moro é a reprodução daquele que se presume falar pelos brasileiros e brasileiras honestas”. “Em meu nome ele não fala. A defesa da Petrobras é uma defesa da do Estado de Direito, que está sob ameaça”.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email