Datafolha: perfil dos manifestantes ainda é alta renda

A exemplo das outras grandes manifestações contra Dilma Rousseff ao longo do ano passado, os manifestantes deste domingo tinham renda e escolaridade muito superiores à média da população, segundo pesquisa feita neste domingo; disseram que possuem curso superior 77% dos entrevistados, enquanto no município o índice é de 28%;  12% afirmaram que são empresários –em São Paulo a atividade é citada por apenas 2%; em relação à renda familiar, metade dos entrevistados disse que está entre cinco e 20 salários mínimos; em média, o percentual nessa faixa é de 23%

www.brasil247.com - São Paulo- SP- Brasil- 13/03/2016- Manifestação contra a corrupção e pela saída da presidenta Dilma Roussef, na avenida Paulista. Foto: André Tambucci/ Fotos Públicas
São Paulo- SP- Brasil- 13/03/2016- Manifestação contra a corrupção e pela saída da presidenta Dilma Roussef, na avenida Paulista. Foto: André Tambucci/ Fotos Públicas (Foto: Roberta Namour)


247 – Uma pesquisa Datafolha realizada neste domingo aponta que o perfil dos manifestantes que foram à avenida Paulista ainda é de alta renda.

A exemplo das outras grandes manifestações contra Dilma Rousseff ao longo do ano passado, os participantes tinham renda e escolaridade muito superiores à média da população, segundo pesquisa feita neste domingo.

Disseram que possuem curso superior 77% dos entrevistados, enquanto no município o índice é de 28%. Já 12% afirmaram que são empresários –em São Paulo a atividade é citada por apenas 2%.

Em relação à renda familiar, metade dos entrevistados disse que está entre cinco e 20 salários mínimos. Em média, o percentual nessa faixa é de 23%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A pesquisa também mostrou que 77% dos manifestantes declararam que são da cor branca e que 94% não participam de nenhum grupo que promoveu o ato. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos (leia aqui).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email