DCM: virada de Haddad começou, mas depende da ação de cada democrata

O jornalista Joaquim de Carvalho, do DCM, destaca que a pesquisa Datafolha desta quinta-feira (25) "mostra a possibilidade de virada de Fernando Haddad e que, como diz o cientista político Alberto Carlos Almeida, "quem quiser que o Haddad vire tem que sair da frente do computador, parar de olhar para o celular e ir virar votos pessoalmente"

DCM: virada de Haddad começou, mas depende da ação de cada democrata
DCM: virada de Haddad começou, mas depende da ação de cada democrata (Foto: Ricardo Stuckert)

247 - O jornalista Joaquim de Carvalho, do Diário do Centro do Mundo, destaca que a pesquisa Datafolha desta quinta-feira (25) "mostra a possibilidade de virada de Fernando Haddad. Ele tem 44 por centro dos votos válidos contra 56 de Jair Bolsonaro. Na primeira pesquisa do primeiro turno, há uma semana, Haddad tinha 41 e Bolsonaro, 59".

Para ele, a queda pode ser explicada pelo "discurso de Bolsonaro dirigido a seus apoiadores reunidos domingo na Avenida Paulista, quando disse que seus opositores serão presos ou banidos do Brasil" e, também, pela declaração de seu filho, deputado federal Eduardo Bolsonaro, em que "desafia a autoridade do Supremo Tribunal Federal e diz que, para fechar a corte, é necessário apenas enviar um cabo e um soldado.

Para o cientista político Alberto Carlos Almeida, "quem quiser que o Haddad vire tem que sair da frente do computador, parar de olhar para o celular e ir virar votos pessoalmente", destaca.

Leia a íntegra no DCM.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247