Decisão do TSE afeta laranjal do PSL

A decisão do TSE de cassar seis vereadores no Piauí por terem fraudado a cota para candidaturas femininas pode afetar em cheio o PSL, partido de Jair Bolsonaro, por ter praticado o ilícito de lançar candidaturas laranjas e fraudar a cota de mulheres. O PSL, que preencheu a cota de 30% de mulheres com laranjas, pode perder seis deputados em Minas Gerais e um em Pernambuco, o presidente do partido, Luciano Bivar

Luciano Bivar
Luciano Bivar (Foto: Marcelo Camargo/Agêcia Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A decisão do TSE de cassar 6 vereadores no Piauí por terem fraudado a cota para candidaturas femininas pode afetar em cheio o PSL, partido de Jair Bolsonaro, por ter praticado o ilícito de lançar candidaturas laranjas e fraudar a cota de mulheres. 

O PSL, que preencheu a cota de 30% de mulheres com laranjas, pode perder 6 deputados em MG e 1 em PE, o presidente do partido, Luciano Bivar. Segundo a coluna Painel da Folha de S.Paulo, a decisão da corte eleioral tende a gerar um efeito cascata em diversos estados e na Câmara.   

A partir de agora, juízes de instâncias inferiores devem adotar o mesmo entendimento.   

“A corte superior sinalizou que não é possível admitir fraude na participação das mulheres na política”, diz Pedro Barbosa, procurador regional eleitoral substituto de São Paulo, onde há ações de cassação de mandatos de vereadores pela prática ilícita .

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email