Decotelli entrou sem concurso na Marinha e mentiu em currículo militar, diz Thaís Oyama

A jornalista afirma que o ministro da Educação ingressou na Marinha sem concurso, para prestar lá um serviço militar temporário, e não é "Oficial da Reserva" como apresentado

www.brasil247.com - Carlos Alberto Decotelli da Silva
Carlos Alberto Decotelli da Silva (Foto: Reprodução)


247 - A jornalista Thaís Oyama, colunista do UOL, revelou nesta terça-feira, 30, mais uma irregularidades envolvendo o currículo do ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli. 

Segundo Oyama, Decotelli não é "Oficial da Reserva da Marinha"., como em  apresentação feita pelo portal do Ministério da Educação na época em que assumiu a presidência do FNDE.

"Na verdade, Decotelli pertence à categoria da reserva de Segunda Classe da Marinha — é um 'RM2'. Isso significa que ingressou sem concurso na Força para prestar lá um serviço militar temporário (no caso do ministro, um período bastante curto). Ao contrário dos militares de carreira, os temporários não passam pelas escolas de formação de oficiais e vão para a reserva sem remuneração", afirmou a jornalista. 

Segundo a CNN Brasil, Decotelli preparou uma carta de demissão do cargo e já está no Palácio do Planalto para apresentá-la a Bolsonaro. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247