Delação da Odebrecht isenta Dilma de corrupção

O acordo de leniência assinado ontem pela Odebrecht vai direto ao ponto principal: em sua delação premiada, Marcelo Odebrecht, ex-presidente da companhia e considerado o articulador da parte mais significativa da corrupção, diz que a ex-presidente Dilma Rousseff jamais pediu qualquer recurso para ela mesma

Dilma Rousseff e Marcelo Odebrecht
Dilma Rousseff e Marcelo Odebrecht (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O acordo de leniência assinado ontem pela Odebrecht vai direto ao ponto principal: em sua delação premiada, Marcelo Odebrecht, ex-presidente da companhia e considerado o articulador da parte mais significativa da corrupção, diz que a ex-presidente Dilma Rousseff jamais pediu qualquer recurso para ela mesma.  

As informações são da coluna se Sonia Racy no Estado de S.Paulo. 

Odebrecht, no entanto, diz que Dilma tinha conhecimento do esquema da Petrobras. O que poderia ser interpretado, para alguns juristas, como prevaricação.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247