Delator da Odebrecht acusou Miriam Belchior pelo simples fato de ser petista

Alexandrino Alencar admitiu ter mencionado o nome de Miriam Belchior apenas por ela ser filiada ao PT; inquérito foi finalmente arquivado

Delator da Odebrecht acusou Miriam Belchior pelo simples fato de ser petista
Delator da Odebrecht acusou Miriam Belchior pelo simples fato de ser petista
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Julinho Bittencourt, na revista Fórum Nesta sexta-feira (8) veio à público que o delator da Odebrecht, Alexandrino Alencar, admitiu à Polícia Federal (PF) que delatou a ex-ministra do Planejamento, Miriam Belchior, mesmo sabendo que ela não cometeu nenhum crime. Ele simplesmente disse que colocou na sua lista de delatados o nome de todos os políticos do PT com os quais manteve contato. No caso de Miriam Belchior, ele citou as obras que tratou com ela no tempo em que era ministra do Planejamento e depois presidente da Caixa.

O anexo em que Miriam Belchior é citada acabou virado um inquérito em que Alexandrino foi ouvido recentemente. A PF acabou pedindo o arquivamento, já que o executivo alegou que não houve crime nos contatos com a ex-ministra.

Leia a íntegra na revista Fórum.

Inscreva-se na TV 247 e confira entrevista de Miriam sobre o caos da era Temer:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247