Deltan chamava Lula de “9”, numa alusão ao dedo perdido em acidente de trabalho

Se não bastassem as interferências da Lava Jato para fomentar o golpe contra Dilma Rousseff, em 2016, e tirar Lula da eleição de 2018, o novo capítulo da Vaza Jato demonstra que membros da operação não tinham o menor pudor na forma de tratá-lo. O procurador Deltan Dallagnol faz referência a Lula como "9", em uma alusão aos nove dedos do ex-presidente. Um deles foi perdido em um acidente de trabalho

247 - Se não bastassem as interferências da Lava Jato para fomentar o golpe contra Dilma Rousseff, em 2016, e tirar Lula da eleição de 2018, o novo capítulo da Vaza Jato demonstra que membros da operação não tinham o menor pudor na forma que faziam referência a ele. 

O procurador Deltan Dallagnol faz referência a Lula como "9", em uma alusão aos nove dedos do ex-presidente. Um deles foi perdido em um acidente de trabalho. 

Segundo diálogos revelados pelo Intercept Brasil em parceria com o jornal Folha de S.Paulo, Dallagnol conversa com o delegado Igor Romário de Paula e diz:

Deltan: Igor, consegue pra mim Cd ou DVD com todos os áudios do 9 e a análise dos que tiver? Estou sem nada para ouvir no carro rsrsrs

Igor: Sim... amanhã, ok!?

O novo capítulo da Vaza Jato aponta que a Operação Lava Jato tinha 22 diálogos sobre Lula, ma susou somente um deles para interferir na política. O grampo ilegal soltado por Moro foi o que Lula e Dilma tratavam de eventual posse dele como chefe da Casa Civil, mas, de acordo coma  reportagem, outras 21 ligações enfraquecem a tese usada por Moro, de que o ex-presidente queria se blindar da Lava Jato. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247