Deltan só pensava em dinheiro: “As palestras e aulas já tabeladas neste ano estão dando líquido 232k. Ótimo…"

“Se tudo der certo nas palestras, vai entrar ainda uns 100k limpos até o fim do ano. Total líquido das palestras e livros daria uns 400k. Total de 40 aulas/palestras. Média de 10k limpo”, disse o procurador que montou um power-point para condenar Lula sem provas, fraudou a eleção presidencial, quebrou a economia e depois planejou seu enriquecimento

(Foto: Reprodução/Twitter | Ricardo Stuckert)

247 – A reportagem devastadora do Intercept deste domingo revela a obsessão do procurador Deltan Dallagnol, que montou um power-point para condenar o ex-presidente Lula sem provas, fraudou a eleção presidencial e quebrou a economia nacional, em ficar milionário. Confira, abaixo, mais um trecho:

Em dezenas de conversas analisadas pela Folha e pelo Intercept, Dallagnol mostrou grande interesse quanto ao valor de cada palestra. Em um dos chats, Dallagnol somou os lucros da atividade apurados em setembro de 2018. “As palestras e aulas já tabeladas neste ano estão dando líquido 232k. Ótimo… 23 aulas/palestras. Dá uma média de 10k limpo”, afirmou.

No mês seguinte, o procurador manifestou a expectativa para o fechamento de 2018. “Se tudo der certo nas palestras, vai entrar ainda uns 100k limpos até o fim do ano. Total líquido das palestras e livros daria uns 400k. Total de 40 aulas/palestras. Média de 10k limpo”, disse o procurador. Em 2016, Dallagnol havia faturado R$ 219 mil com as palestras.

Como procurador, o coordenador da força-tarefa recebe um salário bruto de R$ 33.689,11 por mês, conforme o portal de transparência do MPF –  um total que pode superar R$ 430 mil neste ano. Em 2018, ele recebeu cerca de R$ 300 mil em rendimentos líquidos, sem considerar valores de indenizações.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247