Democracia 40% x Ditadura 40%: Brasil dividido ao meio decide seu futuro

"Com o país dividido ao meio, segundo a última pesquisa Ibope, no dia 28 de outubro, data do segundo turno, vamos ter que decidir se queremos a volta ao passado da ditadura militar ou continuar vivendo numa democracia duramente reconquistada apenas três décadas atrás", escreve o jornalista Ricardo Kotscho

Democracia 40% x Ditadura 40%: Brasil dividido ao meio decide seu futuro
Democracia 40% x Ditadura 40%: Brasil dividido ao meio decide seu futuro (Foto: Dir.: em cima (Stuckert); embaixo (Fabio Pozzebom-ABR))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Com o país dividido ao meio, segundo a última pesquisa Ibope, no dia 28 de outubro, data do segundo turno, vamos ter que decidir se queremos a volta ao passado da ditadura militar ou continuar vivendo numa democracia duramente reconquistada apenas três décadas atrás", escreve o jornalista Ricardo Kotscho.

"De um lado, temos o capitão reformado Jair Bolsonaro com seu vice, o general de pijama Hamilton Mourão, dois trogloditas que odeiam as mulheres, os negros, os homossexuais, os refugiados, os quilombolas e os pobres em geral. São o retrato do passado que não queremos de volta", continua. "De outro, o professor e ex-ministro da Educação Fernando Haddad e a jornalista e deputada gaúcha Manuela D´Ávila, dois jovens que apontam para o futuro de um país mais justo, civilizado e solidário".

De acordo com o jornalista, "para defender o nosso país e o nosso futuro, temos apenas uma arma: o voto". "Se alguém ainda tem dúvidas sobre em quem votar, recomendo a leitura do livro 'Brasil Nunca Mais', do qual participei, disponibilizado na internet, que narra as atrocidades praticadas ao longo de mais de 20 anos pelos militares que precederam o capitão e o general".

Leia a íntegra no Balaio do Kotscho

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email