Depois de apoiar Trump, Bolsonaro reavalia ida a Davos por questões de segurança

“Vou dar mais uma dica: o mundo tem seus problemas de segurança. Pode ser [arriscado] de acordo com o que acontecer até lá”, declarou Bolsonaro, sobre a possibilidade de não participar do encontro anual do Fórum Econômico Mundial em Davos

(Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (6) que há a possibilidade de ele não ir ao Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), por questões de segurança. 

“Vou dar mais uma dica: o mundo tem seus problemas de segurança. Pode ser [arriscado] de acordo com o que acontecer até lá”, declarou Bolsonaro.

Apesar de não deixar claro qual seria o motivo da desistência, segundo reportagem do UOL, a tensão entre Estados Unidos e Irã, após o assassinato do general iraniano Qassim Soleimani, alvo de um ataque americano em Bagdá, a capital do Iraque, é o motivo para a reavaliação. O Ministério das Relações Exteriores brasileiro, fugindo de sua tradição histórica pela paz, endossou a ação norte-americana.

Ao ser questionado sobre eventuais riscos de atentados no evento, Bolsonaro disse que este é um assunto para o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, e para o ministro da Defesa, Fernando Azevedo. 

Em nova demonstração de subserviência, Bolsonaro voltou a elogiar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. "Não faço qualquer crítica contra Donald Trump", disse. "Não podemos coadunar com terrorismo no mundo", completou.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247