Depois de dar o parecer do golpe, Janaina pede que Trump invada a Venezuela

A advogada Janaina Paschoal, autora do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, virou motivo de chacota nas redes sociais após uma série de tweets endereçados ao presidente dos EUA, Donald Trump; nas mensagens, Janaina pede que Trump interfira na Venezuela como não poderia deixar de ser, ela culpa Lula e Dilma até pela crise no país vizinho

A advogada Janaina Paschoal, autora do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, virou motivo de chacota nas redes sociais após uma série de tweets endereçados ao presidente dos EUA, Donald Trump; nas mensagens, Janaina pede que Trump interfira na Venezuela como não poderia deixar de ser, ela culpa Lula e Dilma até pela crise no país vizinho
A advogada Janaina Paschoal, autora do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, virou motivo de chacota nas redes sociais após uma série de tweets endereçados ao presidente dos EUA, Donald Trump; nas mensagens, Janaina pede que Trump interfira na Venezuela como não poderia deixar de ser, ela culpa Lula e Dilma até pela crise no país vizinho (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Janaina Paschoal, autora do parecer do golpe contra Dilma Rousseff, mandou uma série de tuítes em inglês na manhã desta terça-feira (1º) para o presidente dos EUA, Donald Trump, pedindo que o americano interfira na situação da Venezuela, que vive grave crise política.

Embora as mensagens de Janaina tenham chamado a atenção no Brasil, onde se tornou um dos assuntos mais comentados na rede social, Trump não respondeu a brasileira.

Nas primeiras mensagens a advogada se apresenta como uma das responsáveis pelo pedido de impeachment de Dilma e pergunta o que o presidente dos EUA irá fazer em relação à prisão de Leopoldo López e Antonio Ledezma, opositores que foram detidos nesta terça.

Janaina também diz que os ex-presidentes Lula e Dilma, ambos do PT, são responsáveis pela "ditadura estabelecida na Venezuela".

Janaína virou motivo de chacota nas redes sociais. 

As informações são de reportagem de Denis Botana na Folha de S.Paulo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247