Depois de Ibama e Inpe, Bolsonaro critica a Anvisa: 'cria dificuldade, para vender facilidade'

"Quanto tempo leva o registro na Anvisa? Será que esse tempo todo justifica? Será que é excesso de zelo ou só está procurando criar dificuldade, para vender facilidade?", insinuou Bolsonaro em discurso durante inauguração de um laboratório farmaêutico em São Paulo

247 - Durante inauguração de um laboratório farmaêutico em Itapira (SP), nesta terça-feira (6), Jair Bolsonaro voltou a criticar instituições governamentais. Ele criticou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pelo que chamou de demora para fornecer os registros de responsabilidade do órgão.

"Quanto tempo leva o registro na Anvisa? Será que esse tempo todo justifica? Será que é excesso de zelo ou só está procurando criar dificuldade, para vender facilidade?", insinuou Bolsonaro em seu discurso.

Bolsonaro aproveitou para critica o tucano Fernando Henrique Cardoso e as agêcias reguladoras. "Não vou entrar em detalhes sobre ele ou o que já falei sobre ele no passado. Mas, quando essas agências foram criadas, eu fiz um discurso na câmara, pesado (...). Infelizmente eu estava com a razão. As agências têm um poder enorme, repito, para o bem ou para o mal", disse ele, que tem se comportado como quem quer o poder somente para si.

A Anvisa é uma autarquia responsável pela "proteção da saúde da população por intermédio do controle sanitário da produção e consumo de produtos e serviços". Também atua no controle de portos, aeroportos, fronteiras e recintos alfandegados e é responsável pelo registro de medicamentos, agrotóxicos, alimentos e cosméticos, dentre outros produtos.

De acordo com o próprio órgão, o tempo médio para concessão de registro de medicamentos, por exemplo, é de 188 dias para genéricos e similares, 276 para medicamentos novos e 256 dias para remédios inovadores.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247