Dissociado da realidade, Bolsonaro diz que vaias em estádio não eram para ele

Presidente Jair Bolsonaro tentou minimizar as vaias que recebeu a semifinal da Copa América; para ele, o caso não passa de uma "fake news"; "Houve vaia quando a seleção da Argentina entrou. E aí jogaram a câmera para cima de mim, queriam o quê? Eu, de paletó e gravata, no Mineirão enorme. Uma vaia estrondosa, de repente, para mim? Não tem cabimento isso. Quem do outro lado sabia que era eu? Não sabia, a vaia foi para o pessoal da Argentina", afirmou

(Belo Horizonte - MG, 02/07/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro durante partida de futebol Brasil e Argentina.\rFoto: Carolina Antunes/PR
(Belo Horizonte - MG, 02/07/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro durante partida de futebol Brasil e Argentina.\rFoto: Carolina Antunes/PR (Foto: Carolina Antunes)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente Jair Bolsonaro tentou minimizar as vaias que recebeu três dias atrás, durante o jogo no qual a seleção brasileira venceu a Argentina por 2 a 0 na partida semifinal da Copa América. Segundo Bolsonaro, as vaias que recebeu quando estava no gramado do Mineirão, durante o intervalo da partida não foram para ele, mas para a seleção argentina (leia no Brasil 247). 

"Houve vaia quando a seleção da Argentina entrou. E aí jogaram a câmera para cima de mim, queriam o quê? Eu, de paletó e gravata, no Mineirão enorme. Uma vaia estrondosa, de repente, para mim? Não tem cabimento isso. Quem do outro lado sabia que era eu? Não sabia, a vaia foi para o pessoal da Argentina", afirmou.

Ainda segundo ele, a explicação dada por ele ao responder um questionamento feito pela imprensa ajuda a desfazer mais uma “fake News” contra sua gestão. "O vídeo foi desmascarado. Obrigado pela pergunta, ajuda a desfazer mais uma fake news. E se um dia eu levar uma vaia, vou, logicamente, pensar onde estou errando", disse. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email