Dono da Gol cita ‘benefícios financeiros’ a Rodrigo Maia

O empresário Henrique Constantino, um dos donos da Gol Linhas Aéreas, afirmou em colaboração premiada ter repassado R$ 7 milhões em propina a pedido de Michel Temer; o empresário também afirma ter transferido "benefícios financeiros" ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); a delação foi homologada no dia 16 de abril

Dono da Gol cita ‘benefícios financeiros’ a Rodrigo Maia
Dono da Gol cita ‘benefícios financeiros’ a Rodrigo Maia (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247 - O empresário Henrique Constantino, um dos donos da Gol Linhas Aéreas, afirmou em colaboração premiada ter repassado R$ 7 milhões em propina a pedido de Michel Temer. O empresário também afirma ter transferido "benefícios financeiros" ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A delação foi homologada no dia 16 de abril.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "sobre Temer, Constantino disse que o então vice-presidente da República participou de uma reunião em junho de 2012, em Brasília, ao lado de Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (MDB-RN), que eram deputados na época. Segundo o empresário, durante o encontro foi solicitado o pagamento de R$ 10 milhões 'em troca de atuação ilícita de membros do grupo em diversos negócios'. O interesse do empresário era a liberação de financiamento de R$ 300 milhões do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS), controlado pela Caixa Econômica Federal, para a ViaRondon, empresa ligada a Constantino."

A matéria ainda acrescenta que "do valor pedido pelos emedebistas, o empresário diz que pagou R$ 7,077 milhões, divididos em duas partes. Uma fatia para a campanha do ex-deputado Gabriel Chalita, então integrante do MDB, à Prefeitura de São Paulo, em 2012, e outra para empresas indicadas por Lúcio Funaro para intermediar a propina, como Viscaya e Dallas."

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247