Dono da MRV: Brasil precisa de um consenso político

Rubens Menin, que também ocupa a presidência da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliarias (Abrainc), afirma que se não resolver a crise politica não se resolve a crise econômica: “Estamos num caos politico. O Congresso não se entende, o governo não se entende. São 200 facções. Alguma coisa tem que ser feita para resolver isso. Com a presidente ou sem ela”, disse; ele também critica a incoerência do PSDB nas votações do Congresso e disse que só estão olhando para o próprio umbigo

Rubens Menin, que também ocupa a presidência da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliarias (Abrainc), afirma que se não resolver a crise politica não se resolve a crise econômica: “Estamos num caos politico. O Congresso não se entende, o governo não se entende. São 200 facções. Alguma coisa tem que ser feita para resolver isso. Com a presidente ou sem ela”, disse; ele também critica a incoerência do PSDB nas votações do Congresso e disse que só estão olhando para o próprio umbigo
Rubens Menin, que também ocupa a presidência da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliarias (Abrainc), afirma que se não resolver a crise politica não se resolve a crise econômica: “Estamos num caos politico. O Congresso não se entende, o governo não se entende. São 200 facções. Alguma coisa tem que ser feita para resolver isso. Com a presidente ou sem ela”, disse; ele também critica a incoerência do PSDB nas votações do Congresso e disse que só estão olhando para o próprio umbigo (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Presidente da MRV, Rubens Menin alerta para a necessidade de um ‘consenso politico’ no Brasil. Ele, que também ocupa a presidência da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), afirma que se não resolver a crise politica não se resolve a crise econômica:

“Estamos num caos politico. O Congresso não se entende, o governo não se entende. São 200 facções. Alguma coisa tem que ser feita para resolver isso. Com a presidente ou sem ela”, disse, em entrevista ao Valor.

Ele se diz contra a convocação de novas eleições, afirma que o país sentiria menos com um governo Temer, mas se declara a favor da constitucionalidade: “Hoje, quem defende o impeachment tem de pensar um pouco e ter um foco legalista. O Brasil não tem espaço para nada que não seja legalista”, afirmou.

Menin critica a incoerência do PSDB nas votações do Congresso e disse que só estão olhando para o próprio umbigo (leia aqui).  

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247