Dono da Prevent Senior diz que ficou eufórico quando achou que “tratamento precoce” reduziria internações

Empresário da saúde concede sua primeira entrevista após a crise que pode destruir a empresa e aponta a essência do problema: o desejo de reduzir custos numa medicina privatizada

www.brasil247.com -
(Foto: Prevent Senior/Divulgação)


247 - O empresário Fernando Parrillo, proprietário da Prevent Senior, concedeu entrevista à Folha de S.Paulo, na qual comenta as acusações de que a empresa usou pacientes como cobaias e cometeu fraude em atestados de óbito, omitindo a causa de mortes.

A empresa se engajou na campanha do governo Bolsonaro em favor da aplicação do kit covid, com medicamentos ineficazes para o tratamento da doença. O empresário declara que a Prevent Senior fez um "acompanhamento observacional de pacientes", para testar o uso desses medicamentos. 

A empresa tinha a expectativa de, por razões econômicas, evitar internações com o uso de medicamentos como a hidroxicloroquina associada à azitromicina. A prática é condenada pela comunidade médica do país e do mundo. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Quando percebemos que o tratamento precoce evitava internações, ficamos eufóricos, dissemos: aqui tem uma esperança".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A esperança de que fala o empresário da operadora de plano de saúde era a de evitar gastos com internação de pacientes por meio da aplicação do chamado tratamento precoce. Os planos de saúde só são lucrativos se as pessoas pagam e não usam o sistema hospitalar. Quando chegou a pandemia, a Prevent Senior encontrou no kit covid o meio para ministrar apenas "tratamento ambulatorial". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A estratégia empresarial se conjugou com a do governo Bolsonaro de não comprar vacinas e ao mesmo tempo manter a economia funcionando, fugindo à recomendação da comunidade médica internacional e nacional que consistia em promover o isolamento social para evitar o contágio em massa.  

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email