Doria quer que Aécio se licencie do PSDB

O governador João Doria defendeu nesta quarta-feira (14) que o deputado tucano Aécio Neves se licencie do partido para se defender no conselho de ética da sigla. O PSDB paulista tem defendido a expulsão do ex-presidenciável

(Foto: Aquiles Lins)

247 - O governador João Doria defendeu nesta quarta-feira (14) que o deputado tucano Aécio Neves se licencie do partido para se defender no conselho de ética da sigla. O PSDB paulista tem defendido a expulsão do ex-presidenciável, informam os jornalistas Sonia Racy e Pedro Venceslau, do jornal O Estado de S.Paulo.

"Essa é uma decisão do diretório nacional, mas entendo que, por bom senso, seria um gesto positivo e grandioso do deputado Aécio Neves pedir a sua licença do PSDB para que possa se defender confiando na Justiça e em sua inocência. Isso evitaria um processo no PSDB que sempre pode provocar desconfortos e dissabores a ele”, disse o governador.  

A executiva naconal do PSDB vai instalar na próxima semana a comissão que julgará um pedido de expulsão de Aécio feito pelo diretório paulistano do PSDB e corroborado pelo diretório estadual.  

O grupo político de Doria quer que a “faxina ética” na legenda comece por Aécio Neves, que é réu na Justiça Federal em São Paulo, acusado de receber propina de R$ 2 milhões do grupo J&F e tentar obstruir investigação da Lava Jato.  Aécio resiste à ideia de se licenciar.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247