Duque recebeu de offshore usada por Odebrecht

Conta bancária controlada pelo ex-diretor da Petrobras no Principado de Mônaco recebeu dois depósitos em novembro de 2009 da offshore Constructora Internacional Del Sur S. A., apontada como dona da conta que era usada pelo grupo Odebrecht para fazer pagamentos de propina no esquema de corrupção da Lava Jato

Conta bancária controlada pelo ex-diretor da Petrobras no Principado de Mônaco recebeu dois depósitos em novembro de 2009 da offshore Constructora Internacional Del Sur S. A., apontada como dona da conta que era usada pelo grupo Odebrecht para fazer pagamentos de propina no esquema de corrupção da Lava Jato
Conta bancária controlada pelo ex-diretor da Petrobras no Principado de Mônaco recebeu dois depósitos em novembro de 2009 da offshore Constructora Internacional Del Sur S. A., apontada como dona da conta que era usada pelo grupo Odebrecht para fazer pagamentos de propina no esquema de corrupção da Lava Jato (Foto: Gisele Federicce)

247 – O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque recebeu, por meio de uma conta bancária no Principado de Mônaco, dois depósitos realizados em novembro de 2009 da offshore Constructora Internacional Del Sur S. A., informa reportagem publicada hoje no blog do jornalista Fausto Macedo.

A empresa é apontada como dona da conta que era usada pelo grupo Norberto Odebrecht para fazer pagamentos de propina no esquema de corrupção da Lava Jato. A Renato Duque, foi feito o repasse de US$ 875 mil. A conta foi bloqueada pela Justiça de Mônaco.

O doleiro Alberto Youssef revelou, em depoimento à Justiça Federal, que a offshore era usada pela construtora para mandar remessas para o exterior. O doleiro contou ter recebido pagamentos por meio dessa empresa "umas duas ou três vezes". A Odebrecht nega ter pago propinas ao esquema da Petrobras.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247