"E se o pai estiver implicado?", questionou Deltan

Em novos áudios da Vaza Jato, revelados pelo site The Intercept neste domingo (21), o procurador da República Deltan Dallagnol aponta o esquema de corrupção nas movimentações de Flávio Bolsonaro e ainda cita o presidente Jair Bolsonaro como possível envolvido nas relações escusas do clã; "E se o pai estiver implicado?", questionou Deltan em um dos diálogos vazados

(Foto: ABr | Reprodução)

247 - Em novos áudios da Vaza Jato, revelados pelo site The Intercept neste domingo (21), o procurador da República Deltan Dallagnol  aponta o esquema de corrupção nas movimentações de Flávio Bolsonaro e ainda cita o presidente Jair Bolsonaro como possível envolvido nas relações escusas do clã. "E se o pai estiver implicado?", questionou Deltan em um dos diálogos.

 Dallagnol – 08:52:01 – É óbvio o q aconteceu... E agora, José?  

Dallagnol – 08:53:37 – Moro deve aguardar a apuração e ver quem será implicado. Filho certamente. O problema é: o pai vai deixar? Ou pior, e se o pai estiver implicado, o que pode indicar o rolo dos empréstimos?  

"O rolo dos empréstimos", a qual Deltan se refere,  são dez cheques que Fabrício Queiroz afirmou ter pagado à primeira-dama Michelle Bolsonaro, na devolução de um suposto empréstimo de R$ 40 mil que o presidente Jair Bolsonaro teria feito ao assessor do filho. 

Dallagnol – 08:54:21 – Seja como for, presidente não vai afastar o filho. E se isso tudo acontecer antes de aparecer vaga no supremo?  Dallagnol – 08:58:11 – Agora, Bolso terá algum interesse em aparelhar a PGR, embora o Flávio tenha foro no TJRJ. Última saída seria dar um ministério e blindar ele na PGR. Pra isso, teria que achar um colega bem trampa  vale uma retranca "E se o pai estiver implicado?", questionou Deltan ta falando do emprestimo. 

Veja a íntegra do diálogo aqui. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247