Eduardo Bolsonaro ataca âncora da Band por crítica feita a Jair Bolsonaro no caso de racismo no Carrefour

Eduardo Bolsonaro não gostou do comentário do jornalista na rádio BandNews que criticou a postura de Jair Bolsoanro diante do brutal assassinato de João Alberto. O filho de Bolsonaro usou as redes sociais para pedir que o jornalista se demita

Eduardo Bolsonaro
Eduardo Bolsonaro (Foto: Jane de Araújo/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) usou as redes sociais para atacar o jornalista da rádio BandNews, Eduardo Oinegue, que criticou o seu pai, Jair Bolsonaro, por não se pronunciar sobre o brutal assassinato de João Alberto, espancado até a morte por seguranças do Carrefour em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A informação é do Portal Overtube.

“Vai ver o número de engenheiros, médicos, advogados e dentistas brancos e negros e você vai ver que é absolutamente desproporcional a presença na sociedade”, disse o jornalista, afirmando que não se trata de acaso. “Agora, toda a vez que a gente minimiza o problema, tenta colocar o problema do racismo debaixo de um: ‘Não, é um problema social decorrente da diferença de renda, não é uma discriminação porque são negros, é uma discriminação porque são pobres’. Aí a gente esconde tudo e começa o diagnóstico errado”, continua.

O jornalista salienta ainda se o homem fosse branco, a discussão seria feita de outra forma. “Não caberia uma discussão do presidente da República sobre a qualidade do recrutamento das empresas de segurança?”, diz.

Eduardo não gostou e diante da repercussão do caso decidiu usar a sua conta nas redes sociais para pedir que o jornalista se demita para dar vaga para um jornalista negro, desviando totalmente o assunto. “Caro Oinengue, DUVIDO que sua sede de justiça vá além do discurso. Se sim, veja qual raça predomina no jornalismo da Band”, diz.

“Tendo mais brancos, se demita e ceda sua privilegiada vaga de âncora a um negro. Me comprometo a te acompanhar no RH pessoalmente. E aí, topa ou é hipócrita?”, questionou o deputado, que em uma outra publicação disse estar falando sério.

Segundo o parlamentar, o salário do profissional na Band é suficiente para “contratar diversos jornalistas iniciantes vindos de minorias”. “Você, BRANCO PRIVILEGIADO, pode mudar a vida de muitos negros, só abrir mão dos SEUS privilégios. Repito: vou pessoalmente com vc ao RH. Topa?”, perguntou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247