Eduardo Bolsonaro é campeão de denúncias no Conselho de Ética

Três representações contra Eduardo Bolsonaro tratam da ironia sobre a tortura que a jornalista Miriam Leitão sofreu durante a ditadura

www.brasil247.com -
(Foto: Ag. Brasil)


247 - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e seu partido, o mesmo de seu pai, são os campeões de denúncias protocoladas no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados na atual legislatura (2019-2022).

No período, o órgão recebeu 55 representações protocoladas contra 26 deputados. Com dez casos, Eduardo Bolsonaro lidera o ranking, seguido pelo também bolsonarista Daniel Silveira (PTB), com nove.

Procurado por e-mail e mensagem no WhatsApp, o filho do presidente não respondeu até a publicação desta reportagem, informa o UOL, que também buscou contato com o presidente do Conselho de Ética, deputado Paulo Azi (União Brasil-BA), por e-mail, telefone e WhatsApp, mas também não recebeu resposta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Das dez representações contra Eduardo, três tratam da ironia contra Míriam Leitão e, por isso, duas delas foram juntadas à denúncia original que resultou no processo disciplinar aberto no último dia 4.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Trinta dias antes, Eduardo compartilhou em redes sociais uma publicação da jornalista seguida da frase: "Ainda com pena da [emoji de cobra]". O emoji remete à violência sofrida por Míriam, que, grávida, foi deixada nua em uma sala com uma jiboia durante sessão de tortura.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O partido político com mais parlamentares representados no Conselho de Ética é o PL, do presidente Jair Bolsonaro e do filho zero três. Das 55 denúncias, 28 (51%) atingem nove deputados filiados atualmente à legenda, ou 34% dos parlamentares representados.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email